Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Você está aqui: Página inicial > Acervo > Arquivo
RSS
A A A

Arquivo

Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul

Originado em 1906, o Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul é um arquivo permanente da administração pública estadual, tendo sob sua custódia documentos que datam dos primórdios da ocupação portuguesa no Estado, como o Livro de Registro de Atos dos Primeiros Comandantes Militares do Presídio do Rio Grande de São Pedro e milhares de documentos referentes à administração pública que permitem retratar a vida política, administrativa, econômica e social dos séculos XVIII, XIX e parte do século XX. Este acervo é organizado pelo princípio da proveniência e encontra-se organizado em fundos documentais.

A função do AHRS consiste em adquirir e conservar, sob classificação sistemática, todos os documentos concernentes à legislação, à administração, à história, à geografia, às artes e indústrias do Rio Grande do Sul. É necessário desconstruir o acontecimento pronto e acabado, que sempre compõe uma imagem totalizante do processo. O campo do conhecimento histórico, mais do que qualquer outro, necessita que as fontes primárias, contemporâneas do objeto estudado, sejam descobertas ou revisitadas, do contrário, parte importante de nossa história continuará repousando, sem ser tocada pelo presente, nas instituições da memória, como os arquivos históricos.

Fundos Documentais:

Códices de documentos emanados dos Governantes do Rio Grande do Sul

1. Registro de correspondências expedidas e de ordens e portarias dos Governantes e Capitães Generais. Período de abrangência: 1780-1890.

2. Registro de Patentes e Provisões passadas pela Secretaria do Governo da Capitania. Período de abrangência: 1814-1821.

3. Registro da correspondência expedida pelos Presidentes da Província para Ministros e outras autoridades do Rio de Janeiro, autoridades estrangeiros, autoridades militares e Presidentes de outras Províncias. Período de abrangência: 1822-1870.

4. Relatórios e falas dos Presidentes da Província e mensagens dos Presidentes e Governadores do Estado do Rio Grande do Sul. Período de abrangência: 1835-1976.

 

Códices de documentos emanados do Governo Central

1. Correspondência recebida pelos Governantes do Rio Grande do Sul de Ministros e outras autoridades do governo central. Período de abrangência: 1744-1889.

2. Códices de registros de alvarás, cartas régias, cartas imperiais, cartas patentes, cartas de sesmarias, provisões e decretos. Período de abrangência: 1802-1893.

3. Relatórios dos Ministros de Estado, período imperial e republicano.

 

Autos de Medição de Terras

Composição: Processos, translados e medições referentes às Leis de 1850 e 1859

 

Sesmarias

Composição: apropriação, divisão e distribuição de Terras entre os séculos XVIII e XIX

 

Secretaria da Agricultura

Composição: Correspondências, ofícios, informações, instruções. Concessão e regulamentação de terras. Período de abrangência: 1922/1931

 

Arquivos e Coleções Particulares

Coleção Varela

Borges de Medeiros

Sinval Saldanha

Brochado da Rocha

Júlio de Castilhos

Aurélio Viríssimo de Bitencourt

Pedro Côrrea do Lago

João Neves da Fontoura

Barros Cassal

Walter Peracchi Barcellos

Tarso Dutra

 

Questões indígenas

Composição: correspondências e relatórios

Tema: Catequese e aldeamento indígena em Caseros, Guarita, Nonoai, Pontão, Santa Isabel, São Nicolau, São Vicente e Vacaria.

Período de abrangência: 1845/1879

 

Autoridades Militares

Guarda Nacional

Marinha

Assuntos Religiosos

Autoridades Municipais

Consulados e Legações

Justiça

Mapas

Brigada Militar

Polícia

Secretaria do Interior e Exterior

Ditadura Militar

 

Secretaria de Segurança Pública e Secretaria da Justiça

Abrange o controle individual de presos, identificação pessoal, civil e criminal, coleta e processamento de informações, controle de indivíduos/grupos estrangeiros suspeitos, grupos suspeitos brasileiros, associações civis, movimentos sociais, partidos políticos, meios de comunicação e divulgação suspeitos, estabelecimentos de ensino, controle de armas, munição e explosivos, vigilância e segurança bancárias, crimes contra a economia popular.

 

Museu dos Direitos Humanos do Mercosul