Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Você está aqui: Página inicial > Comunicação > Notícias > Protagonismo Feminino no MDHM
RSS
A A A
Publicação:

Protagonismo Feminino no MDHM

mdhm
empoderamento feminino - Foto: Scaled We Can All Do It - Cinese

O debate “Protagonismo Feminino na Luta contra a Ditadura Civil-Militar” realizado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, ocorreu no dia 9, no auditório do Memorial do Rio Grande do Sul, com transmissão pelo site www.cdes.rs.gov.br. O evento encerrou a campanha mundial “16 dias de Ativismo pelo fim da Violência contra as Mulheres”. 

“O objetivo é discutir a participação direta ou indireta das mulheres contra as ditaduras civis e militares do Mercosul”, segundo  destacou a secretária de Políticas para as Mulheres, Ariane Leitão. A Secretaria de Políticas para as Mulheres promoveu o evento  em parceria com a Secretaria da Cultura, Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Memorial do Rio Grande do Sul,  as organizações  Coletivo Feminino Plural e Comitê Carlos de Ré.

"O Brasil vive um momento de ampla discussão sobre o direito a memória e verdade. Portanto incluir as mulheres nesta mobilização é fundamental. Muitas mulheres lutaram contra a ditadura, para que hoje pudéssemos viver em um país democrático, essa participação não poder esquecida", registra Ariane Leitão.

O debate teve a participação de historiadores, especialistas no tema e mulheres que vivenciaram este período que no Brasil se estendeu entre 1964 e 1985. O encontro visou a resgatar a grande contribuição feminina para a constituição da democracia brasileira e dos outros países do Mercosul.

O encontro também deu início à formação do “Acervo da Luta das Mulheres na Ditadura do Mercosul” em Porto Alegre, que contou com a contribuição de acervos já existentes no Uruguai, no Chile e na Argentina.

 

Fonte: http://goo.gl/lWcHFd

Museu dos Direitos Humanos do Mercosul