Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Você está aqui: Página inicial > Institucional > História do edifício > Memorial do Rio Grande do Sul
RSS
A A A

Memorial do Rio Grande do Sul

O Memorial do Rio Grande do Sul foi criado através de um convênio entre o governo federal e o governo estadual, em setembro de 1996, como um centro histórico voltado para a preservação da cultura gaúcha. O prédio dos Correios e Telégrafos, construído entre os anos de 1910 e 1914, e tombado em 1980 pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, foi escolhido para ser a sede da instituição. O acordo de cedência do prédio implicou na criação de um Museu Postal e de uma Agência Filatélica, mantendo uma vinculação do local com as suas funções originais.

Após um processo de restauração, objetivando preservar suas características originais e adequá-lo para a instalação do Memorial, o prédio, de 3.600m², foi adaptado às novas funções, recebendo infraestrutura necessária, como a climatização das áreas destinadas ao Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul e às Salas do Tesouro.

Assim surgiu o centro de informação e divulgação da história do Estado, onde estão reunidos objetos, mapas, gravuras, fotos, livros, imagens iconográficas e depoimentos importantes sobre os principais fatos ocorridos no Rio Grande do Sul. O acervo é exposto através do programa de exposições que busca integrar uma visão reflexiva da história gaúcha, unindo documentação histórica com as mais diversas linguagens artísticas a fim de formar um entendimento amplo sobre os temas expostos.

Museu dos Direitos Humanos do Mercosul